domingo, 10 de junho de 2012

Desculpe por te amar tanto!!!

Hoje ao me despertar quando abri para o mundo a janela do meu quarto sem querer, sem sentir, eu comecei a pensar em você, meus olhos perdidos no horizonte onde o sol nascia abraçando a natureza, lágrimas de sofrimento escorreram no meu rosto.

Estava tudo parado como se a terra e o horizonte quisessem ouvir a melodia do meu amor impossível.
Talvez seja essa a última que eu choro por você.

Acabei compreendendo que isso tudo é ridículo, que o sofrimento não significa nada para você, que sou uma entre tantas que por orgulho ou amor ferido choram por você, mas não importa, não me envergonho dos meus sentimentos, mesmo sabendo que nunca existiu futuro para eles.

O verdadeiro amor a tudo suporta. Eu sei que nunca serei nada para você. Assim, como sei que meu amor por você nasceu de um sonho impossível, inatingível que jamais deixará de ser um sonho, pois passarei a vida sonhando com o momento em que serei tua...

Perdoa-me por essas palavras amargas. Perdoa-me por ter gostado tanto de você, perdoa-me por ter invadido a tua vida.
Apenas me perdoe não de despreze.
Seja feliz ao lado de alguém que te mereça e não se deixe levar por um sentimento de PIEDADE, porque na vida, 
EU e VOCÊ jamais seremos NÓS.
Autor: Desconhecido

Nenhum comentário:

Postar um comentário